Espaço comunicativo, de teor artístico-cultural, em que a expressão poética assume o papel de maior relevo. Não há aqui lugar a pessimismos fátuos, a frustrações e/ou falsas evidências... Prevalecerão o bom senso e o critério humanísticos!
Domingo, 29 de Outubro de 2006
LÁGRIMAS DE OUTONO - SANGUE DE AMOR !
LUZ DE OUTONO
 

O dia era um fluír de tons
que transformam as paisagens...
A noite cai.
Calmo amanhecer.

Natureza parece inquieta.
Os campos as plantas
parecem perder
seus encantos...
Folhas a cair
cobrindo
caminhos
sonhados
amados.
Pássaros ficam mudos
sem cantar.
Natureza triste
parece chorar.
É
passageiro
uma
quimera.
Depois Primavera
mais bela estação!
Recriar...
Como é belo te ver!
Como é belo te amar!
Flores espalhar...
Folhas
vão caindo
em seu caminho
traçando
palavras
sem esmorecer...

Natureza movendo Luz
cada
amanhecer!


Conchita Machado
In MINHA VIDA É UM POEMA


publicado por conchitamachado às 18:58
link do post | favorito

Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



mais sobre mim
pesquisar
 
Julho 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27

29
30
31


posts recentes

ESTA BALADA DE VERÃO

HISTÓRIA DE UMA NOITE DE ...

AS FESTAS POPULARES PORTU...

NÃO HÁ FESTAS POPULARES S...

FERNANDO DE BULHÕES - O ...

AQUELE MAR DO ANOITECER ....

QUEM TEM UMA MÃE TEM TUDO...

A MULTIFORMIDADE DO AMOR ...

O SOL AINDA BRILHA PARA T...

SETE SÃO OS MARES.... MAS...

arquivos

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

links
blogs SAPO
subscrever feeds