Espaço comunicativo, de teor artístico-cultural, em que a expressão poética assume o papel de maior relevo. Não há aqui lugar a pessimismos fátuos, a frustrações e/ou falsas evidências... Prevalecerão o bom senso e o critério humanísticos!
Segunda-feira, 27 de Fevereiro de 2006
"Cada sonho é um atalho meu ..." , ONDE CHEGAREI ?
ATALHO.jpg

ATALHOS


Dia maravilhoso!
Floresta calma
cheia de sombra.
Por companhia,
raios de Sol!...
Apaixonante!...
Ideias idênticas,
sentimentos
idênticos...
compreendemo-nos
perfeitamente
com entusiasmo!...
Quando diferentes,
você e eu
encantados...
nossas mentes,
descobrem
pontos
de contacto.
quando se parecem,
tanto um
como outro,
sofrem
diferenças
que possuem!...
Os momentos,
próximos
longínquos
pensamentos...
caminhamos
por um atalho.
O mais belo sonho
da nossa vida,
sonhamos!...
Muito alegres
e felizes,
rimos imenso...
horas deliciosas,
suspensos
na orla da floresta!
Num banco,
junto da casa
de campo:
como é belo rir,
caminhar,
sonhar,
ao Sol falar
no fim da tarde!...
Os últimos raios,
tombam
sobre nós.
Através dos ramos
das árvores,
ouve a voz...
o Céu!...
Estava azul...
o ar... doce e puro!


Conchita Machado
In A MINHA VIDA É UM POEMA


publicado por conchitamachado às 19:37
link do post | comentar | favorito
|

2 comentários:
De Anónimo a 1 de Março de 2006 às 15:53
não entendi a poema. é de dificil compreensão, muito abstracto e confuso.
Para mim, o sono é coisa que não me dá que fazer,
luisa
</a>
(mailto:luisa@hotmail.com)


De Anónimo a 28 de Fevereiro de 2006 às 12:22
Amor e natureza! como é bom vivê-los em comum!Luisa
(http://ecosdotempo.blogs.sapo.pt)
(mailto:luisa34@netcabo.pt)


Comentar post