Espaço comunicativo, de teor artístico-cultural, em que a expressão poética assume o papel de maior relevo. Não há aqui lugar a pessimismos fátuos, a frustrações e/ou falsas evidências... Prevalecerão o bom senso e o critério humanísticos!
Domingo, 24 de Dezembro de 2006
DA LENDA SE FEZ NATAL E DO NATAL SE FEZ MUNDO !...
DE GRECCIO PARA O MUNDO  II 


O Povorelo de Assis de ânimo inspirado
tocado pela fé, nobreza e humildade,
sonhou fazer de Greccio universal cidade
modelando-a em fiel presépio ornamentado.

Cada caminho rude fez-se engalanado,
a floresta ganhou brandura e equidade,
Francisco, seus confrades, povo em unidade,
sentiram o Natal em clima apaixonado.

Uma pobre família ao vivo enfeitiçada,
uma terna criança em palhas ajeitada
e ali perto um jumento, a vaca e um sorriso...

Dizem ter sido este Natal aquele primeiro
que conseguiu virar o lobo num cordeiro,
mostrando ao já perdido mundo o Paraíso!


Frassino Machado
In ODISSEIA DA ALMA


publicado por conchitamachado às 00:27
link do post | comentar | favorito
|

11 comentários:
De Maria Costa a 24 de Dezembro de 2006 às 00:37
Natal

"O sino da minha aldeia,
Dolente na tarde calma,
Cada tua badalada
Soa dentro de minha alma.

E é tão lento o teu soar,
Tão como triste da vida,
Que já a primeira pancada
Tem o som de repetida.

Por mais que me tanjas perto
Quando passo, sempre errante,
És para mim como um sonho.
Soas-me na alma distante.

A cada pancada tua,
Vibrante no céu aberto,
Sinto mais longe o passado,
Sinto a saudade mais perto."

Fernando Pessoa


Feliz


Paz neste Natal. Saúde.

Maria Costa.




De hfm a 24 de Dezembro de 2006 às 09:02
Obrigada pela visita.
Boas Festas e o melhor para 2007.


De eddy Nelson a 24 de Dezembro de 2006 às 18:05
Bem haja pela visita e pelo comentário, aproveito esta belissima poesia e desejo-lhe um Santo Natal e um bom ano de 2007.

cumprimentos



De LFMarques a 24 de Dezembro de 2006 às 19:08
Um Feliz Natal e um 2007 com muita Paz e melhor que 2006, são os meus mais sinceros votos.
Bj **


De Lino Resende a 26 de Dezembro de 2006 às 14:25
Belo poema para chamar a atenção para o Natal, principalmente por ressaltar a transformação que todos devemos experimentar.


De Daniel Aladiah a 26 de Dezembro de 2006 às 16:19
um fantástico 2007!
Um beijo
Daniel


De Jorge G a 26 de Dezembro de 2006 às 19:41
Pois é, Francesco mostrou o caminho ao mundo...

É uma figura incontornável da História o nosso San Francesco de Assisi !
Estive este ano junto da sua cripta, junto da qual repousam também os seus companheiros. Até na morte estão com ele...

Um abraço e votos de um Ano Novo com Saúde, Paz e Amor.


De Mikas a 28 de Dezembro de 2006 às 00:35
E agora já passou... boas entradas


De Zé (do beco) a 28 de Dezembro de 2006 às 01:46
Espero bem que sim. Que o lobo em que se tornou a humanidade se transforme de vez em cordeiro. E que não seja apenas no Natal.
Obrigado pela visita.
Beijinho e um excelente 2007.


De Miguel a 28 de Dezembro de 2006 às 13:31
Olá!
Pudessemos transformar-nos em cordeiros :)

Obrigado pelo comentário no meu blog. Tomei a liberdade de inserir um link para o teu blog.

Fica bem,
Miguel


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Julho 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27

29
30
31


posts recentes

ESTA BALADA DE VERÃO

HISTÓRIA DE UMA NOITE DE ...

AS FESTAS POPULARES PORTU...

NÃO HÁ FESTAS POPULARES S...

FERNANDO DE BULHÕES - O ...

AQUELE MAR DO ANOITECER ....

QUEM TEM UMA MÃE TEM TUDO...

A MULTIFORMIDADE DO AMOR ...

O SOL AINDA BRILHA PARA T...

SETE SÃO OS MARES.... MAS...

arquivos

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds