Espaço comunicativo, de teor artístico-cultural, em que a expressão poética assume o papel de maior relevo. Não há aqui lugar a pessimismos fátuos, a frustrações e/ou falsas evidências... Prevalecerão o bom senso e o critério humanísticos!
Terça-feira, 5 de Setembro de 2006
DESEJOS SEM FIM !!
JANELA DO MEU EU

    Por
    Júlio Roberto

Da janela da minha casa,
eu vejo um rio que lá não está

Olho as naus que vão partir
e sofro por não ir ...

Mas ir para onde?
Eu sei lá, partir, ir, não ir,
vir, voltar, regressar
e depois partir ...

Tem sido esta minha vida,
tal como da minha janela ...
sempre a ir, sem ir,
sempre a ficar, sem estar

Janela onde me sento
e contemplo o céu e o mar
da minha imaginação ...

Vejo-me como um judeu errante,
na terra sem terra,
na pátria sem o sentir

E dá-me vontade de chorar,
sem razão nenhuma,
como se chorar fosse rir ...

É assim como partir, sem ir ...


Júlio Roberto
In "Pedaços de Mim"


publicado por conchitamachado às 11:34
link do post | comentar | favorito
|

22 comentários:
De Madalena a 5 de Setembro de 2006 às 13:44
:-))


De adryka a 5 de Setembro de 2006 às 16:19
Olá amiga tá fantástico mesmo adorei. Bjs


De Maria Papoila a 5 de Setembro de 2006 às 18:32
Quantos de nós paralisamos frente à janela de nosso eu!
Janela onde me sento
e contemplo o céu e o mar
da minha imaginação ...

Beijinhos



De padeirinha a 6 de Setembro de 2006 às 00:47
Partir sem ir...Partir e ficar...Partir simplesmente. A vida é assim. Bonito poema.


De conchitamachado a 27 de Setembro de 2006 às 21:45
Agradeço suas amáveis palavras

Saudações
Conchita Machado


De carla a 6 de Setembro de 2006 às 15:04
A felicidade é sinonimo k a vida não corre em vão. Esquece as tristezas,percorre para a paixão Ama quem te ama Respeita quem te respeita Dá valor a quem te merece Demonstra a ti mesmo k és forte. Valoriza-te 100% pk o mundo é 1 jogo,a vida é uma regra,morrer é batota:)))) bjo e sorriso Linda quarta feira


De Carlos Afonso a 6 de Setembro de 2006 às 16:31
Bonito Poema Amiga Conchita!! "Chave dos Sonhos na mão...entrarei em kualker fechadura...etc..." Música de Luis Represas ke alguns excertos de Poema me fizeram recordar!! Beijokas...Carlos.


De Carlos Costa a 6 de Setembro de 2006 às 22:29
Posso não conhecer o autor, mas a temática parece boa.

Abraços


De soaresesilva a 6 de Setembro de 2006 às 23:17
É este o sentir de muitos de nós: partir ou ficar? A Imaginação leva-nos a partir, o Comodismo a ficar...


De LFMarques a 7 de Setembro de 2006 às 01:43
Saudações.


De Mike... a 7 de Setembro de 2006 às 14:49
Olá Conchita, sempre excelentes as tuas escolhas...como se o amargo das palavras fosse doce de ouvir! :)
bjs


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Julho 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27

29
30
31


posts recentes

ESTA BALADA DE VERÃO

HISTÓRIA DE UMA NOITE DE ...

AS FESTAS POPULARES PORTU...

NÃO HÁ FESTAS POPULARES S...

FERNANDO DE BULHÕES - O ...

AQUELE MAR DO ANOITECER ....

QUEM TEM UMA MÃE TEM TUDO...

A MULTIFORMIDADE DO AMOR ...

O SOL AINDA BRILHA PARA T...

SETE SÃO OS MARES.... MAS...

arquivos

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds