Espaço comunicativo, de teor artístico-cultural, em que a expressão poética assume o papel de maior relevo. Não há aqui lugar a pessimismos fátuos, a frustrações e/ou falsas evidências... Prevalecerão o bom senso e o critério humanísticos!
Segunda-feira, 7 de Agosto de 2006
TODA A NOITE SE PROJECTA NA ESPERANÇA DE NOVO DIA ...
LENÇOL DE ESTRELAS


Ouves esta melodia
por sobre o telhado
a voz do vento?
Já não basta no entanto
só o encanto
é preciso unir-se
ao movimento

Entre brumas e faíscas
sol nascendo,
ou se pondo e o
meu corpo te querendo
Não te espantes,
pode ser este o momento
do corpo e alma
se envolvendo
se não ouves a incidência acontecendo
entre brilhos e clarões, se estendendo
estrelas, fios de ouro entretecendo
duas almas, duas vidas se perdendo


Terezinha Manczak


publicado por conchitamachado às 09:24
link do post | comentar | favorito
|

23 comentários:
De Cláudia a 7 de Agosto de 2006 às 13:35
Bonitas palavras.

Jokas


De soaresesilva a 7 de Agosto de 2006 às 18:32
Nos nosso blogs falamos as duas da aurora e de tudo o que ela pode trazer à vida.


De smareis a 7 de Agosto de 2006 às 22:02
Ola minha amiga!
Vim agradecer a sua visitinha e pedir um votinho rsrsrs. meu blog está em em votação no http://clubedamelhoridade.zip.net, queria pedir um votinho para o Falando com o Coração. se vc puder achar que mereço é so acessar http://clubedamelhoridade.zip.net e votar.
Obrigada pelo carinho!
Otima semana pra ti!
Bjkinhas no coração!


De Jofre Alves a 7 de Agosto de 2006 às 22:02
Blogue interessante e elegante, para visitar e apreciar mais vezes.


De Praia da Claridade a 8 de Agosto de 2006 às 03:38
É maravilhoso ver as estrelas numa noite de Céu limpo...
Mas às vezes é difícil, porque são tantas as luzes na Terra que poucas estrelas se contam lá em cima...
Beijinhos.
Filipe


De Zalinha a 8 de Agosto de 2006 às 15:29
...jamais as duas almas e suas vidas se perderão se o que as une é amor:) a distancia pode ser grande, mas quando se ama, nada se perde:) bonito poema bjs e boa semana:)


De adryka a 8 de Agosto de 2006 às 17:50
Amiga o poema é lindo, adorei. beijinhos


De PAOLA VANNUCCI a 8 de Agosto de 2006 às 23:41
Querida

vim me deliciar nas suas maravilhosas palavras que amo

tenha uma semana boa, feliz agradavel e eternizavel por deus

Paola


De Wysla a 8 de Agosto de 2006 às 23:44
Querida vim retribuir sua gostosa visita.....

Simplesmente adorei seu blog,

tb volterei aqui mais vezes

bjssssssssssssss

Wysla


De perdidú a 8 de Agosto de 2006 às 23:55
eu aki amiga... estou voltando aos poucos aos blog, vim deixar bju no coração.


De rosa maria a 10 de Agosto de 2006 às 23:55
A noite, as estrelas... a desencadearem paixões sem fim...
Fica um beijo
Rosa M:


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Julho 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27

29
30
31


posts recentes

ESTA BALADA DE VERÃO

HISTÓRIA DE UMA NOITE DE ...

AS FESTAS POPULARES PORTU...

NÃO HÁ FESTAS POPULARES S...

FERNANDO DE BULHÕES - O ...

AQUELE MAR DO ANOITECER ....

QUEM TEM UMA MÃE TEM TUDO...

A MULTIFORMIDADE DO AMOR ...

O SOL AINDA BRILHA PARA T...

SETE SÃO OS MARES.... MAS...

arquivos

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds