Espaço comunicativo, de teor artístico-cultural, em que a expressão poética assume o papel de maior relevo. Não há aqui lugar a pessimismos fátuos, a frustrações e/ou falsas evidências... Prevalecerão o bom senso e o critério humanísticos!
Terça-feira, 30 de Maio de 2006
O NOSSO PRÓPRIO HORIZONTE ...

                                   SORRIR AO ESPELHO

Isto não é tão ridículo como parece. Quero que experimente uma coisa que talvez nunca tenha feito antes. Quero que se olhe ao espelho. Quer dizer, que olhe realmente para si próprio. Não enquanto está a fazer a barba, a depilar as sobrancelhas, a maquilhar-se ou a lavar os dentes. Não enquanto estiver a fazer qualquer outra coisa que além de olhar para si próprio. Aposto que não se lembra de quando foi a última vez que fez tal coisa. Isto, claro, se tiver havido uma última vez. Talvez nunca se tenha visto a si mesmo ao espelho, com olhos de ver. Vá lá, ceda ao entusiasmo: é uma óptima oportunidade para si.
De todas as nossas relações, aquela de que nos esquecemos mais frequentemente é a que temos connosco próprios. Por isso, vá lá procurar um espelho e olhe apenas para si próprio. Não, não para os defeitos do seu rosto. Para si. Olhe para si. Diga "Olá" e sorria. Para se sentir à vontade a fazer isto pode ser necessária alguma prática. Não faz mal. Pratique.
Que boa maneira de começar o dia! Respirar lenta e profundamente, fazer um sorriso adorável e dizer "Bom dia!". O caminho para uma boa vida, passa por estabelecer uma relação saudável consigo próprio. Pode começar simplesmente por olhar para o espelho e ver quem lá está.

Pesquisa de:
Conchita Machado


publicado por conchitamachado às 10:42
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Julho 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27

29
30
31


posts recentes

ESTA BALADA DE VERÃO

HISTÓRIA DE UMA NOITE DE ...

AS FESTAS POPULARES PORTU...

NÃO HÁ FESTAS POPULARES S...

FERNANDO DE BULHÕES - O ...

AQUELE MAR DO ANOITECER ....

QUEM TEM UMA MÃE TEM TUDO...

A MULTIFORMIDADE DO AMOR ...

O SOL AINDA BRILHA PARA T...

SETE SÃO OS MARES.... MAS...

arquivos

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds