Espaço comunicativo, de teor artístico-cultural, em que a expressão poética assume o papel de maior relevo. Não há aqui lugar a pessimismos fátuos, a frustrações e/ou falsas evidências... Prevalecerão o bom senso e o critério humanísticos!
Segunda-feira, 10 de Abril de 2006
TODO O UNIVERSO É INSONDÁVEL !

aurora.jpg

O CREPÚSCULO QUE DURA UM MÊS INTEIRO NO ESPAÇO, NÃO É POSSÍVEL VER O OCASO, JÁ QUE A SUA OCORRÊNCIA ESTÁ DEPENDENTE DA EXISTÊNCIA DE ATMOSFERA NUM PLANETA QUE GIRE SOBRE SI MESMO. A SUA DURAÇÃO DEPENDERÁ DA LATITUDE A QUE O OBSERVADOR SE ENCONTRE. OS TRÓPICOS ATRAVESSAM RAPIDAMENTE A ZONA DE PENUMBRA. ENQUANTO AS LATITUDES MAIS SETENTRIONAIS E MERIDIONAIS O CREPÚSCULO PODE DURAR TODA A NOITE. COMO O EIXO DA TERRA ESTÁ INCLINADO 23,5 GRAUS RELATIVAMENTE AO PLANO DE TRANSLAÇÃO, O LUZ DO SOL NÃO SE DIVIDE IGUALMENTE POR AMBOS OS HEMISFÉRIOS, EXCEPTO NOS EQUINÓCIOS. NO POLO ILUMINADO, O SOL NUNCA SE PÕE; O OUTRO PERMANECE NUMA LONGA NOITE DE SEIS MESES. NA REALIDADE, A PASSAGEM DE UM ESTADO A OUTRO IMPLICA UM ENTARDECER QUE DURA MAIS DE UM MÊS., DEPOIS TRÊS MESES DE NOITE ESCURA, SEGUIDOS DE UM LONGO AMANHECER DE MAIS MÊS E MEIO. É MAIS OU MENOS O QUE ACONTECIA AO PRINCIPEZINHO DO ESCRITOR FRANCÊS ANTOINE DE SANT-EXUPÉRY, CUJO PLANETA ERA TÃO PEQUENO QUE DE TODO O LADO SE VIA O ENTARDECER. O PILOTO DIZ AO PEQUENO PRÍNCIPE: "EM CONTRAPARTIDA, NO TEU PEQUENO PLANETA BASTA-TE ARRASTAR A CADEIRA UNS PASSOS PARA PODERES VER O CREPÚSCULO SEMPRE QUE TE APETEÇA." AO QUE O PRINCIPEZINHO RESPONDE: " UM DIA, VI O SOL PÔR-SE 43 VEZES !"
 
Pesquisa de
Conchita Machado


publicado por conchitamachado às 14:21
link do post | comentar | favorito
|

1 comentário:
De Anónimo a 10 de Abril de 2006 às 21:46
HUUUMMMM!! Não sei porquê, mas acho que és leitora/assinante da mesma revista que eu (Super Interessante), será???Aalvafaust
(http://alvfau.blogs.sapo.pt)
(mailto:alvafaust@sapo.pt)


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Julho 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27

29
30
31


posts recentes

ESTA BALADA DE VERÃO

HISTÓRIA DE UMA NOITE DE ...

AS FESTAS POPULARES PORTU...

NÃO HÁ FESTAS POPULARES S...

FERNANDO DE BULHÕES - O ...

AQUELE MAR DO ANOITECER ....

QUEM TEM UMA MÃE TEM TUDO...

A MULTIFORMIDADE DO AMOR ...

O SOL AINDA BRILHA PARA T...

SETE SÃO OS MARES.... MAS...

arquivos

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds