Espaço comunicativo, de teor artístico-cultural, em que a expressão poética assume o papel de maior relevo. Não há aqui lugar a pessimismos fátuos, a frustrações e/ou falsas evidências... Prevalecerão o bom senso e o critério humanísticos!
Domingo, 14 de Maio de 2006
FANTASIA MÁGICA
Canto do recreio.
Fala de literatura ...
sempre bela
morreu de receio !

Aos dezoito anos
conversava ...
suas palavras
encantavam-nos !

Presença difusa
deliciosa
e sagrada ...
Sentia-se preciosa !

Terá sonhado?
Ar de pintainho
friorento
conservado !

Era apenas
uma paralisia
momentânea ...
mundo de fantasia !

Não voltei a vê-la.
Às cegas ...
realizou tudo
numa mansão !

Tornou-se ela própria
nascendo ...
a cada batida do coração !
 
Conchita Machado
In A MINHA VIDA É UM POEMA


publicado por conchitamachado às 20:47
link do post | comentar | favorito
|

16 comentários:
De Alvaro Faustino a 15 de Maio de 2006 às 01:26
Tantos dias sem publicar nada e agora vens de novo com belos poemas. Obrigada, já sentia falta deles...


De Paola Vannucci a 16 de Maio de 2006 às 23:28
Querida sigo sempre a cantar e deixar meus rastros por essas vidas.......
bjssss

Paola


De Priscila ou Estrelinha a 17 de Maio de 2006 às 13:31
Olá amiga..vim retribuir sua visitinha...muito tarde sei , mais antes tarde do que nunca...tb adorei seu espaço...viu muito fofo assimq eu der colocaqueri no link seu cantinho..parabens muito fofo..
Bjs Pri


De Maria Papoila a 17 de Maio de 2006 às 16:40
Querida Conchita fico sempre emocionada quando leio o que por aqui se escreve. Reino do sonho e da harmonia. Beijo


De Elke a 17 de Maio de 2006 às 21:36
Oi conchita, tudo bem?
Lindo o seu poema, vc escreve muito bem.
Bjs grandes e um bom resto de semana pra vc :)


De GotaDeAmor a 18 de Maio de 2006 às 01:26
Já tinha saudades de ler estes poemas tão lindos ...
Beijinhos minha querida


De Butterflyz a 18 de Maio de 2006 às 19:50
Olá Conchita! Obrigada pelas passadas no meu "mundo". Obrigada tb pelo convite, gostei mto da harmonia k se respira aki.
beijinhos e até breve.


De soaresesilva a 18 de Maio de 2006 às 20:01
Lê-se o teu poema e logo se pensa: que será feito dessa menina de 18 anos...


De AntonioR a 19 de Maio de 2006 às 21:56
"Tornou-se ela própria
nascendo ...
a cada batida do coração !"

Belo pulsar, bela música, nas palavras deste poema

Beijinhos


De AntonioR a 19 de Maio de 2006 às 21:59
"Tornou-se ela própria
nascendo ...
a cada batida do coração !"

Belo pulsar, bela música, nas palavras deste poema...

Beijinhos


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Julho 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27

29
30
31


posts recentes

ESTA BALADA DE VERÃO

HISTÓRIA DE UMA NOITE DE ...

AS FESTAS POPULARES PORTU...

NÃO HÁ FESTAS POPULARES S...

FERNANDO DE BULHÕES - O ...

AQUELE MAR DO ANOITECER ....

QUEM TEM UMA MÃE TEM TUDO...

A MULTIFORMIDADE DO AMOR ...

O SOL AINDA BRILHA PARA T...

SETE SÃO OS MARES.... MAS...

arquivos

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds