Espaço comunicativo, de teor artístico-cultural, em que a expressão poética assume o papel de maior relevo. Não há aqui lugar a pessimismos fátuos, a frustrações e/ou falsas evidências... Prevalecerão o bom senso e o critério humanísticos!
Domingo, 5 de Fevereiro de 2006
UM CAMINHO A SEGUIR - « PASTORAL DA SAÚDE »
SAMARITANO.bmp

OBJECTIVOS

Cuida dos doentes em domicílio e no hospital, e também se interessa por todos aqueles que o assistem: profissionais de saúde, familiares, agentes pastorais, comunidade e voluntariado, dando-lhes uma visão cristã da vida e do sofrimento. Atende não só a hospitais, casas de saúde, sanatórios, mas também a creches, asilos, centros de recuperação e presídios Procura participar de campanhas de saúde pública, saneamento básico e outros empreendimentos pró-saúde Interessa-se com dedicação a escolas que formam profissionais de saúde: Medicina, Enfermagem, Administração Hospitalar, Nutrição, Serviço Social e outras Procura organizar cursos para quantos desejarem participar da Pastoral da SaúdeProcura fundar e manter um ambulatório médico-odontológico que possibilite o atendimento a pessoas e famílias carentes (Casa de Convivência)

VIVÊNCIA DA PASTORAL

"Pastoral" siginfica, essencialmente: ministério, serviço, doação, disponibilidade, renúncia, abertura para o outro. Não se entende Pastoral que não saiba se colocar a serviço do outro: "Eu não vim para ser servido, mas para servir" (Mt 20, 28). Não é verdadeira e evangélica aquela Pastoral que não sabe ser gratuidade para o próximo enfermo. A indolência, a preguiça, o medo do sacrifício e o comodismo destroem a beleza da doação de si mesmo: "Se alguém quer vir atrás de mim, renuncie a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me" (Mt 16, 24)

IDENTIFICAÇÃO COM JESUS CRISTO

A compaixão de Jesus Cristo para com aqueles que sofrem é tão grande que o próprio Jesus Cristo se identifica com eles: "Estive enfermo e me visitastes" (Mt 25, 36). "Todas as vezes que fizestes isto a um destes meus irmãos mais pequeninos a mim o fizestes" (Mt 25, 40). "Ide e contai a João o que ouves e vedes: os cegos recuperam a vista, os coxos andam, os leprosos são limpos, os surdos ouvem, os mortos ressucitam e aos pobres é anunciada a Boa-Nova" (Mt 1,4-5). Esta identificação com Cristo supõe do Ministro:

ESPIRITUALIDADE

A reflexão, a meditação e a vivência dos ensinamentos de Jesus Cristo acerca dos que sofrem devem estar entre as linhas prioritárias dos trabalhos da Pastoral da Saúde. A oração pessoal frequente e perseverante leva o Agente da Pastoral da Saúde ao conhecimento profundo de Deus, faz penetrar e viver as maravilhas de sua graça. Falar de Deus aos que sofrem é importante, mas antes é preciso falar com Deus. A initimidade com Deus é indispensável para a eficácia do trabalho apostólico.


publicado por conchitamachado às 08:32
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Julho 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27

29
30
31


posts recentes

ESTA BALADA DE VERÃO

HISTÓRIA DE UMA NOITE DE ...

AS FESTAS POPULARES PORTU...

NÃO HÁ FESTAS POPULARES S...

FERNANDO DE BULHÕES - O ...

AQUELE MAR DO ANOITECER ....

QUEM TEM UMA MÃE TEM TUDO...

A MULTIFORMIDADE DO AMOR ...

O SOL AINDA BRILHA PARA T...

SETE SÃO OS MARES.... MAS...

arquivos

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds